Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Zombie

A Madalena continua a acordar de três em três horas para mamar. Tem seis meses e continua nesta vida. Já come sopa mas segue pedindo mama, de três em três horas.
E eu confesso: à noite, quando ela chora, chego a odiá-la. Pego-lhe com brusquidão, nem consigo olhar para ela. Estou tão cansada. Mas tão cansada. Depois, de manhã, estou toda arrependida de não ter tido paciência, de ter sentido aquela raiva por estar a ser, mais uma vez, arrancada ao sono.
O pior é quando acabei de adormecer e estou lá bem fundo. O choro dela, nessa altura, funciona como um estalo na cara. Põe-me louca. E não é só de três em três horas que chora. Pelo meio berra várias vezes, porque lhe caiu a chucha, porque tem dores, porque quer conversa. Chego a ter dificuldade em adormecer, com medo de ser despertada no momento seguinte. AAAAAIIIIII!
Estou a começar a dar o tilt. Eu só queria dormir uma noite inteira.

51 comentários

Comentar post

Pág. 1/6