Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Vale a pena conhecer #1

Há duas noites fomos com amigos jantar ao restaurante Pharmácia (chama-se assim porque fica no majestoso edifício da Associação Nacional de Farmácias). Nunca lá tinha ido e já há imenso tempo que tinha vontade (caramba, já abriu em 2011!). Gostei muito do conceito, apesar de não ter ficado louca da vida com a comida. O pica-pau não estava brilhante, a tábua de queijos deixava um bocadito a desejar, mas as migas e a farinheira estavam boas (como podem perceber, é só petiscos light).
O espaço cá fora é lindo e não podia ser mais apetecível numa noite de Verão (uma pena que não reservem mesa para a esplanada, quando chegámos já não havia lugar), e o interior está muito giro. Toda a ideia da farmácia antiga, do receituário, do empregado que fala em prescrições tem a sua piada (é diferente, e ser diferente já é meio caminho andado).



Antes do jantar, marcámos encontro no Park, outro espaço giríssimo, que fica no topo de um parque de estacionamento na Calçada do Combro. Tomámos um copo, com uma vista de cortar a respiração sobre Lisboa, metemos a conversa em dia e pudemos verificar como está na moda, cheiinho de gente gira e bronzeada por todo o lado.
Lisboa está cheia de sítios que valem a pena. Só espero que a malfadada crise não acabe com eles.




6 comentários

Comentar post