Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Uma saúde de ferro

cover_anemia (1).png

 

No ano passado fui convidada para ser EMA (Embaixadora Mudar a Anemia). Na altura lembro-me da surpresa que senti ao saber que 1 em cada 5 portugueses tem anemia, e que a maioria nem sequer faz ideia. Mais de 20% da população portuguesa sofre de anemia e nas grávidas o caso fica ainda mais impressionante já que 54% padece desta condição.

Estes foram os dados recolhidos num estudo pioneiro feito sobre esta doença e que mostram que a realidade é, sem dúvida, mais preocupante do que a traçada pela OMS, que apontava para os 15%. O estudo Empire, feito pelo Anemia Working Group Portugal (AWGP) com o apoio da farmacêutica OM Pharma, contou com entrevistas presenciais e análises feitas em 2013 a 7890 pessoas com mais de 18 anos, e traçou um cenário que preocupa os especialistas.

Por tudo isto, sim, aceitei fazer parte deste movimento de sensibilização que, este ano, se mantém porque continua a ser necessário alertar as pessoas para isto.

Nem toda a anemia tem a ver com deficiência de ferro mas muitas vezes é essa a causa. A deficiência de ferro ​provoca vários ​sintomas​ como ​fadiga, tontura e falta de ar​. Ao ter este estes sintomas, a pessoa ​deverá consultar o seu médico ​para que este possa investigar qual a causa. Se as análises demonstrarem que os níveis de ferro são baixos, o médico pode recomendar o tratamento com ferro. 

Estejam atentos aos sintomas, não descurem a vossa saúde. Porque uma saúde de ferro é uma saúde sem anemia.

#umasaudedeferro

4 comentários

Comentar post