Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Uma mão cheia de Mada

Foi no sábado que a Mada fez 5 anos.
A minha princesa.
Sempre disse que se só pudesse ter um filho queria que fosse um rapaz porque queria muito criar um bom homem. Um homem como deve ser. A natureza fez-me a vontade. Nasceu o Manel, depois o Martim. Se vêm a ser homens com H maiúsculo ainda não sei dizer mas estou a fazer por isso.
Acontece que depois chegou a Madalena. Doce, amorosa, meiga, feminina. E eu, que nunca tinha sonhado em ter raparigas, fiquei rendida. Tão rendida que, desta vez, quando soube que estava grávida queria que fosse uma menina. Não só por uma questão de logística, não apenas porque os irmãos preferiam uma menina, mas porque a Madalena é tão encantadora que acho que todos nós queríamos uma réplica dela. Uma Mada, versão II.
Isto tudo para dizer que ela chegou para nos encher a vida de cor-de-rosa, no sentido literal e figurado. A nossa vida é mais rosa desde que ela chegou. Mais delicada, mais feliz porque ela toda é felicidade.
Como diz o Martim, "Mada, tu encantas toda a gente". E é verdade.


16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2