Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Um peru

Hoje a pessoa está chateada como um peru.
Desanimada.
Filhinhos, é assim: acontece poucas vezes, que a pessoa tem a mania que isto é um permanente carrossel e faz por isso, mas também acontece. Ah, e tal, mas queixas-te de quê, não tens filhos com doenças crónicas ou terminais, tu também pareces estar com saudinha (a avaliar pelo lombo), a existência corre-te bem, e se fosses chatear o Camões?
E eu vou. Vou chateá-lo, para não vos aborrecer a vós, pessoas simpáticas.
O "meu" Pedro já cá esteve hoje, a sovar-me forte e feio e a libertar as endorfinas aprisionadas. Fiquei melhor mas ainda longe da minha costumeira boa disposição e estupidez natural. Amanhã ele volta, com os seus aparelhos de tortura, a ver se o ânimo aumenta (e o peso diminui - ah ah ah, que espirituosa).
Hoje a pessoa não está nos seus dias.
Recolhe-se, pois, para não vos contagiar com o azedume.
Pensavam que isto era sempre a sorrir e a acenar?
Pois que não é.
Não é.

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2