Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Tully

Adorei do primeiro ao último minuto. 

Revi-me em tantos momentos que só me conseguia rir à gargalhada. Noutros, senti uma espécie de sufoco, como se tivesse stress pós-traumático e estivesse a passar peloo mesmo desespero por que já passei. Emocionei-me. Enterneci-me. 

A Charlize Theron está simplesmente soberba. O seu cansaço invade-nos a alma, a caracterização do seu corpo está irrepreensível (aquela barriga pós-parto, aquelas mamas imensas), a casa é escura, tudo nos remete para uma exaustão absoluta. Mackenzie Davis é um rasgo de luz num filme que nos estava a engolir para as trevas. A banda sonora é linda. O texto está tão bem escrito, tão bem escrito que é impossível não reparar nele. Enfim, adorei e acho mesmo que quem tem filhos (sobretudo os que têm 3 ou mais filhos) deviam MESMO ir ver. Já li uma crítica no Público que lhe dá uma estrela (WTF?). Já li outra no Diário de Notícias que tem a mesma linha de pensamento que eu. Por mim podiam vir todos dizer que era lixo. Para mim foi uma pequena maravilha.

tully-charlize-theron-today-191101-tease-03_285295

 

 

9 comentários

Comentar post