Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Tiroteio na escola

Os miúdos estavam a jantar. A televisão estava acesa e foi então que eles ouviram a notícia do tresloucado assassino que entrou aos tiros numa escola primária em Connecticut, nos EUA, e matou crianças e adultos indiscriminadamente. Ficaram de olhos esbugalhados, como é suposto que se fique com uma notícia hedionda destas. Com um acto tenebroso como este. E, claro, imaginaram se fosse com eles. Se fosse na escola deles. E tiveram medo. Eu tive medo. Isto tudo dá medo. Que gente é esta que entra numa escola e rouba vidas sem dó nem piedade? E nós, pais, que deixamos as crianças na escola com aquele conforto de acharmos que ali estão seguros, a prepararem-se para o futuro... Para aquelas crianças já não há futuro. Para aqueles pais o fim do mundo não será a 21-12-2012. Para aqueles pais o fim do mundo foi ontem.
Ontem, antes de sair de casa para o meu jantar de Natal, abracei-os com mais força. E senti, uma vez mais, que este mundo é demasiado doido para a minha compreensão.

10 comentários

Comentar post