Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Ter um blogue não é para meninos

Há por aí uma pessoa com um profundo desequilíbrio a dizer no seu blogue que há um montão de pedófilos a masturbar-se com as fotos dos meus filhos. Eu não sei se ria se chore. Raramente ponho fotos dos rapazes (as que ponho é sem cabeça) e as fotos da Madalena que apareceram neste blogue nunca têm cabeça (tirando uma que pus em bebé, creio). E eu pergunto: e os blogues onde aparecem crianças todos os dias, com as carinhas à vista? E os filmes com crianças? E as séries, onde aparecem crianças? E os anúncios com crianças? A Lanidor, a Zippy, a Benetton, e por aí fora, terão de remover as crianças da publicidade que têm em revistas, outdoors e na internet? E o Canal Panda, onde amiúde aparecem crianças? E a Pais & Filhos, com crianças por todo o lado? Não serão mais apetecíveis aos tarados crianças com cabeça do que fotos decapitadas? E essas crianças, que aparecem em todo o lado, são também filhas de alguém... e vamos dizer o quê? Que esses pais são horríveis, porque há pedófilos a masturbarem-se à conta dos seus filhos?
A sério... tudo isto me repugna.
Isso e aquele comentário que recebi, de alguém que devia estar internado numa instituição psiquiátrica,  a dizer que era bem melhor para mim se o meu filho Manel tivesse morrido, porque assim eu ganharia mais dinheiro em publicidade.
Há dias em que dá mesmo vontade de mandar a merda do blogue às urtigas. É que ter um blogue não é para meninos... É preciso ter uma estrutura emocional mesmo grande para aturar tanto doido junto. Eu tenho. Tenho mesmo. Mas, ainda assim, há coisas que vão mudar por aqui. A bem da minha sanidade mental. Espero que os que gostam de cá vir continuem, ainda assim, a gostar. Os outros... espero que se tratem, sinceramente.
Obrigada a todos pelas palavras amigas aquando do acidente do meu filho. Não vos conheço (à maioria) mas sinto-me mesmo grata por vos ter sentido por aí.

226 comentários

Comentar post

Pág. 1/23