Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Salvadores de telefones

Antes de o meu querido marido me ter oferecido um telemóvel novo pelo aniversário (não é bem um telemóvel, é mais um Ferrari das comunicações), tinha espatifado o anterior de forma violenta e lá fui eu ao sítio do costume: a iServices. Trouxe o telefone passado pouco tempo, todo renovado, impecável. Parecia novo. Quando recebi o novo, não me arrependi de ter ido reparar o anterior porque quem o recebeu agradeceu o facto de estar todo direitinho e reluzente. E já sei que, mais dia menos dia, hei-de lá voltar com este Ferrari, quando ele voar para o chão como sempre me voam as coisas das mãos. Estou a tentar evitar mas é daquelas coisas tão certas como depois da noite vir o dia e depois do sol se pôr chegar a noite. 

Às vezes recebo emails a perguntar onde levo o meu telefone quando se espatifa e a minha resposta é sempre a mesma. Até pode haver outros sítios de confiança, mais baratos (não sei se há, estou só a conjecturar) mas para mim é matemático: é ali que vou. São rápidos, eficientes e o trabalho fica sempre impecável. Escrevo este post porque tornei a receber muitos emails com esta pergunta (deve ser do consumo excessivo de álcool nesta época festiva que passou: a malta alcoolizada deixa de ter tanto controlo motor e tudo se lhes escorrega das mãozinhas) e assim fica a resposta dada para o geral. iServices, minha gente. iServices (têm lojas em moooontes de sítios). Ah, e não reparam apenas iPhones (o nome pode induzir em erro). Reparam todo o tipo de telefones e todo o tipo de estago (câmaras, portas de ligação, som, ecrã, bateria, botões...). Depois não digam que não sou vossa amiga.

broken_screen_-final-1080x675.jpg

 

 

 

1 comentário

Comentar post