Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

O urso

Quando o Manel nasceu, o padrinho de casamento do Ricardo chegou ao hospital com um urso gigante e aquilo comoveu-me imenso. Não me perguntem porquê mas adorei aquele urso enorme que me entrou pelo quarto adentro e sempre pensei que, um dia, havia de levar um urso assim grande a alguém que tivesse tido um bebé. Quando ontem o meu cunhado me disse que a minha irmã tinha sido internada, antes mesmo de ir buscar o meu pai, fui à Toys r Us e procurei o maior urso da loja. Encontrei-o. Era ainda maior que aquele que recebi, há quase 12 anos atrás. Quando saí da loja com ele ao colo, todas as pessoas se viravam a sorrir. Meti-o no carro, no lugar ao meu lado e, quando cheguei a casa do meu pai, ele olhou para mim como quem diz «tu queres ver que eu tenho de ir no banco de trás, para dar o lugar ao urso?» Não foi, está bom de ver. Mas hoje tive um enorme prazer em entrar naquele hospital e naquele quarto onde estavam os meus três amores com aquele urso grande que apetece abraçar. O João ainda vai demorar muito tempo até gostar dele mas, para já, aquele peluche é só a minha forma de lhes mostrar o quanto os amo. É um amor muuuuuito maior que o urso. Mas aquele era o maior que havia na loja. :)


26 comentários

Comentar post