Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

O mundo é um lugar estranho

Acordei ontem ao som das notícias na televisão e percebi logo que tinha havido asneira. 

Abri um olho, perguntei "o que foi?" e ele respondeu "um atentado no aeroporto de Bruxelas". 

Pronto.

Passei o dia a ver as actualizações, as imagens, a mesma incredulidade de sempre com o vazio destas pessoas que matam sem dó nem piedade e para quem a vida vale tão pouco.

O Manel, quando acordou, olhou para a televisão, depois para mim e perguntou:

- A sério, mãe? Outra vez isto? Mas porquê? Porquê???

E eu com tão pouco para lhe responder. Tão pouco que faça sentido.

Ontem foi um dia triste. Mais um. Um daqueles dias em que é impossível não olhar para os nossos filhos e pensar que mundo é este que lhes deixamos para viver. 

Fiz as malas com um nó na garganta, a pensar que estes animais não hão-de conseguir tolher-nos os movimentos (mas com um certo alívio - confesso - por irmos viajar para São Miguel e não para Paris, Londres, Bruxelas ou outra capital do mundo).

4 comentários

Comentar post