Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mistura explosiva

As hormonas hão-de estar na alteração costumeira. Estava com a Madalena ao colo, embrulhada na toalha, a tremer de horas dentro de água. Os rapazes e a sua testosterona estavam no campo de futebol. Nas colunas à beira da piscina, começa a tocar Tchaikovsky. O nosso abraço aperta-se e eu começo a sentir uma irreprimível vontade de chorar. Controlo-me. Nisto, ela vira-se para a minha barriga e diz:
- Sabes bebé, a mamã não vai ser só tua…
E pronto.
Chorei sem pudor, sem esconder a cara, apertei-a de encontro a mim e ficámos só uma, por largos minutos.

9 comentários

Comentar post