Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mamas boas

Ah! Apanhei-vos! Vieram pelo titulo, à espera de encontrarem por aqui uns belíssimos protótipos ou conversa escabrosa que apimentasse o vosso final de dia! Pois, mas não. Lá terão de recorrer às Sombras de Grey ou coisa assim. A temática por aqui é outra: acabo de ser mamografada e ecografada logo de seguida. Já não me lembrava de como é chatinho ter as mamas espalmadas como se fossem tostas mistas. Dói?, pergunta o meu filho mais velho. Não é bem dor, é mais a sensação de que estamos a ser prensados e que se aquela trampa se avaria (eu sei, as coisas de que me lembro) fica para ali uma pessoa esborrachada sem poder fugir para lado nenhum e, aí sim, deve doer para cima de um bocado. Depois veio a eco e diz que está tudo bem. Ainda falta receber o relatório da "prensa" mas, em principio, parece estar tudo fino. Uffff! Sinto-me duas vezes livre. Da sanduicheira e do bicho-papão.

13 comentários

Comentar post