Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mada no seu melhor

Talvez os vossos filhos sejam brilhantes e, por isso, não se surpreendam com o que vos contarei de seguida. É a vida. Os meus dois rapazes não são alunos de excepção, nunca foram de quadros de honra nem de notas superlativas, também não são de negativas mas diria que a mediania é o seu nome do meio. Têm quatros, têm três, e cincos é quando o rei faz anos. Não me chateia, não me embaraça, não exijo que dêem mais do que o seu melhor e, se é verdade que acredito que este não é o seu melhor, também não é menos verdade que me apraz que tenham as suas vidinhas, que sejam seres sociais, que saiam com os amigos e que façam programas giros, e que não passem o ano sentadinhos à secretária a empinar. De resto, eu fui sempre uma aluna mediana (até à faculdade, em que me tornei melhor aluna) e não me tenho dado mal de todo, felizmente. 

Bom. Isto para dizer que a Madalena é todo um outro mundo. E, como não estava acostumada a isto, não cesso de me surpreender. A rapariga faz diligentemente os trabalhos de casa sem ser preciso mandar, quando porventura se esquece é preciso ralhar com ela e metê-la na cama porque por sua vontade continuaria a fazer os trabalhos madrugada adentro, e agora pediu-me um caderno para... estudar. Este feriado esteve imenso tempo de roda dos estudos e eu sem perceber que raio tanto a criatura estudava. Percebi depois, quando me veio mostrar. Por sua livre iniciativa, decidiu fazer um Abecedário com exemplos de palavras para cada letra, distinguindo essa letra em maiúsculas, em minúsculas e com acentos. Achei a coisa mais querida (adoro os certos à frente de cada exemplo e a palavra Abecedário mal escrita) e creio que esta, se não se perder entretanto com as normais distracções da vida, é bem capaz de sair da mediania.

FullSizeRender-2.jpg

 

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2