Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

João

Já estás há 40 semanas e um dia aí dentro. Eu sei que te pedi que te aguentasses durante as minhas férias e que isto não é como os discos pedidos, agora quero isto, agora aquilo, e um bebé está aqui para obedecer. Tens razão neste ponto e agradeço a gentileza de não me teres obrigado a fazer largas centenas de quilómetros nas férias, roubando-me à praia, de que estava mesmo sequiosa. És um miúdo mesmo fixe (tens a quem sair - mãe e pai fixes só podem dar puto fixe ao quadrado). Mas, se pudesses vir andando... era bestial. A tua mãe começa a ficar um bocado cansada, um bocado ansiosa, eu já não durmo bem, os avós andam nervosos, o teu pai ainda fica sem unhas... hum? Que me dizes? Bora daí? Não... não está nada muito calor. Vais viver em Aveiro, ok? Há sempre uma brisa fresca, não te preocupes. Vá. Anda lá com isso. Até já.

Nos entretantos... querem aconselhar-me sítios mesmo jeitosos para ficar em Aveiro? Como é evidente não vou ficar na casa dos moços, atrapalhados e deslumbrados com um recém-nascido. Por isso, aceito sugestões. Muito grata.

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/3