Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Já não és o meu irmão!

Os manos (o do meio e a mais nova) discutem no carro. Ele tirou-lhe não sei o quê, ela passou-se, ele berrou, ela enfureceu-se. A troca de opiniões tornou-se feroz. A certa altura, ela atirou:
- Não gosto que sejas meu irmão! Já não és o meu irmão! Preferia muito mais que o António [um amigo dele] fosse o meu mano.

E pronto. Combate arrumado, por K.O.
O Martim largou a chorar desesperadamente, como se a sua vida tivesse terminado.
Não há dúvida de que as mulheres são umas cabras no que toca a ferir de morte, quando assim o desejam.

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2