Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Inspira… expira….

Danada com um filho.
Mesmo danada.
E a pensar no castigo a aplicar.
Filhos criados, sarilhos dobrados, ou não sei quê, não é?
Pois.
Raios partam os putos.
Uma pessoa às vezes acha que está a fazer um bom trabalho.
Outras vezes nem por isso.
Consola-me o facto de achar que mais vale saber que não são nenhuns santos, do que ser uma daquelas mães (conheço tantas) que acreditam ter os filhos perfeitos (e um dia… Tcharan! Surpresaaaaaaa!).
Porque não há pessoas perfeitas.
Logo, não há filhos perfeitos.
Mas, ainda assim, hoje estou pior que uma barata.
E vêm aí as férias do Natal. E não me apetecia nada castigá-lo nesta altura.
Mas que se lixe.
Tivesse juízo.
Parvalhão.

(hoje vai ser mesmo sexta-feira 13 para ti, meu menino!)

6 comentários

Comentar post