Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Hoje...

... é um dia muito triste para a cultura portuguesa. Mas é um dia de felicidade cá em casa. A minha mãe, a minha árvore, a minha raiz, faz anos. Estávamos justamente a almoçar quando fomos apanhados pela notícia triste que ensombrou o dia. Logo à noite festejaremos. A vida é isto. Enquanto uns comemoram a vida, outros choram a morte. E isto desarranja-me muito a mona. Esta fragilidade, esta efemeridade, este sopro. O agora estarmos e daqui a nada não. Por isso é que temos mesmo de festejar a vida. Enquanto podemos. Parabéns mãe.

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2