Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Hipocondria

Não há doença mais contagiosa que a hipocondria. O meu avô materno era hipocondríaco, a minha mãe é, temos um primo que também sofre do mesmo mal, e o meu filho Manel já está apanhado pelo bicho.
Esta manhã tivemos esta bonita conversa:
Eu: - Ai, tenho aqui uma impressão… [com a mão no peito]
Manel: - No coração?
Eu: - No peito, sim, como se fosse no coração.
Manel: - Uma espécie de aperto?
Eu: - Sim.
Manel: - Que te faz falta de ar?
Eu: - Sim. Faz-me respirar fundo, parece que alivia.
Manel: - Sim, sim. Sei bem.
Eu: - Sabes?
Manel: - Sei. Tenho isso várias vezes mas não digo nada porque já sei que vocês vão gozar e dizer que eu vou morrer em 5 minutos [gozo quase sempre com as suas manifestações de hipocondria para ver se não acaba como eu, a achar que cada dor é um cancro ou um enfarte ou um AVC]
Eu: - E depois? Passa-te?
Manel: - Depois passa. Mas tenho isso muitas vezes, por isso não sei se não será qualquer coisa grave.
Eu: - Ai, caraças, é que estou mesmo aflita.
Manel: - Como se te estivesses a afogar, não é?
Eu: - É, é.
Manel: - Pois. 

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2