Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Gostos não se discutem?

No outro dia fui com o Manel comprar uns ténis. Entrámos na loja e ele gostou de uns. Eu não. Tentei, assim como quem não quer a coisa, dizer-lhe que talvez outros, olha estes, tão giros, não? E aqueles? E além? Não? Acolá? Nada. O rapaz gostava dos azuis. E pronto. Trouxe-os. Gosto que tenha personalidade, que saiba o que quer, ainda que não seja o que eu gostaria que ele quisesse. Eu não era assim. Se a minha mãe dissesse que não gostava eu inibia-me de gostar daquilo, ficava com dúvidas, temia ter mau gosto, se calhar afinal aquilo era horrível e eu é que não estava a ver bem. Foi por isso com agrado que o vi tão decidido, tão absolutamente inabalável na sua escolha. «Gosto destes». Ponto final parágrafo. Que bom. Agora... se ele um dia destes começa a gostar de coisas horrorosas ou pirosonas ou verdadeiramente foleiras sempre quero ver se serei tão compreensiva e se ficarei tão contente por ter ali um miúdo seguro do que quer.

2 comentários

Comentar post