Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Galp, a Luz dos Portugueses, e a luz da Carminho

É a última bebé do ano de 2018, a pequena Carminho!

Como fui dizendo ao longo de todo o ano, a Galp desenvolveu a campanha "A Luz dos Portugueses" (Janeiro de 2018). Um ano inteirinho em que ofereceu um mês de electricidade grátis a todas as famílias dos bebés que nasceram no dia 1 de cada mês. O objectivo da campanha foi o alerta para a queda da natalidade no nosso país.

Foi também desde Janeiro que não quis deixar de me juntar a esta iniciativa e, em colaboração com a Galp, tive a decorrer um passatempo (que se repetiu todos os meses até ao final do ano), em que um bebé nascido em cada mês (e sorteado via random) ganhava uma sessão de Baby Art, com a talentosíssima Raquel Brinca

No mês de Dezembro, último do ano, ganhou a Carminho!

HUG_8025-GALP.jpg

Há muito para contar, antes da chegada da Carminho. Ela não sabe mas nasceu numa família grande, mas mesmo mesmo grande e cheia de amor para dar. A mãe chama-se Madalena e tem 44 anos. O pai chama-se Vasco e tem 47.

Os pais, Madalena e Vasco, conhecem-se desde crianças. As mães de ambos eram amigas e eles frequentavam a casa um do outro sempre que havia convites de parte a parte. Festas, jantares... lá estava ele, lá estava ela. Um dia, lá mais para a adolescência, ele perguntou-se se ela o podia ensinar a tocar piano. Ela, que se viria a tornar justamente professora de piano, disse que sim. Facto é que ele nunca aprendeu. Nota após nota o namoro compôs-se como uma sonata e ficou o aprendiz sem a matéria dada (a de piano, bem entendido). 

Namoraram sete anos. E, a substituir a crise que dizem abalar os casais aos 7 anos, veio o casamento. Casaram em 1998. Ela sempre quis ter seis filhos e avisou-o. Ele não foi ao engano e também não fugiu, pelo contrário. Cumpriu. Cumpriu tanto que o número que Madalena tinha idealizado foi excedido. Carminho é a sétima filha do casal.

Vamos então por partes. Primeiro chegou o Martim, em 2002. Depois, em 2004, a Maria Luísa. Em 2007 a Madalena, a Maria em 2010, o Manuel em 2014. A Constança chegou em 2017 e agora a Carminho, no dia 19 de Dezembro de 2018, com 48 centímetros e 3.095kg. Pergunto se, à sétima vez, o nascimento de um filho continua a ter mesma magia. "É sempre avassalador. Sentirmos o nosso coração a esticar é sempre único. Não muda. Certamente que não diminui."

Madalena e Vasco têm ambos um ar tão tranquilo que nem parece que têm a casa cheia de filhos. Dizem que o mais difícil é gerir brigas entre irmãos e oferecer atenção diferenciada a cada um. Estão cansados de ouvir as bocas do costume - "ah, vocês não têm televisão?" ou "não sabem fazer mais nada?" - mas convivem alegremente com isso. Afinal, construíram a família com que sempre sonharam e a Carminho é a nova imensa alegria da casa. 

HUG_7906-GALP.jpg

HUG_7900-GALP.jpg

HUG_8005-GALP.jpg

HUG_7962-GALP.jpg

HUG_7950-Edit_PB-2.jpg

Obrigada à Galp por estes 12 meses em que conhecemos famílias tão queridas e bebés amorosos que nos fizeram ter vontade de ter mais filhos (mas depois passou). Obrigada à Raquel Brinca pelas fotos maravilhosas que nos deixaram com aquelas carinhas enternecidas a olhar para o ecrã do computador. Obrigada a todas as famílias que concorreram, especialmente às vencedoras que nos deixaram conhecer e partilhar um pouco mais de si. Foi um prazer dar a conhecer a Luz dos Portugueses.

 

9 comentários

Comentar post