Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Galp, a Luz dos Portugueses, e a luz da Caetana

Já devem saber de cor e salteado mas a Galp tem a decorrer, desde o início de 2018, a campanha "A Luz dos Portugueses", em que oferece um mês de electricidade grátis a todas as famílias dos bebés que nasçam no dia 1 de cada mês.  Basta ir AQUI e ver as condições e a forma de se inscreverem.

O objectivo da campanha é o alerta para a queda da natalidade que, no nosso país, é um autêntico flagelo.

Não quis deixar de me juntar a esta iniciativa e, em colaboração com a Galp, lancei aqui no Cocó um passatempo (que se vai repetir todos os meses), em que um bebé nascido em cada mês (e sorteado via random) ganha uma sessão de Baby Art, com a talentosíssima Raquel Brinca

No mês de Setembro, ganhou a pequena Caetana

HUG_7098-GALP.jpg

 

Caetana nasceu no dia 21 de Setembro às 2.48h da manhã e é a terceira filha de Bárbara mas, quem as visse na rua, mais depressa diria que as duas eram irmãs do que mãe e filha. Bárbara tem 27 anos e foi mãe pela primeira vez aos... 16. "Comecei a namorar com o Tiago aos 13 anos. A minha mãe era muito castradora e, ainda por cima, ele era mais velho. Não deixava cá namoros, proibia as saídas e - já se sabe - o fruto proibido é o mais apetecido. Quando desistiu de lutar contra o namoro, deixava mas os nossos encontros tinham de ser rápidos. Deixava-nos sair ao domingo mas só 45 minutos. Não sei se ela achava que não dava tempo para termos relações... (risos). Quando não me apareceu o período, fiz o teste e, na minha ingenuidade, fiquei feliz por estar grávida. Na minha, na nossa irresponsabilidade, achámos que ia ser muito giro."

Mas ainda havia um longo caminho a percorrer. Por lhe faltar a coragem para contar à mãe, Bárbara contou primeiro ao padrasto. Tinha uma relação muito boa com o segundo marido da mãe e pediu-lhe para intermediar a conversa. Mas nem assim a mãe aceitou a notícia de ânimo leve. Foi um choque, não foi fácil, houve necessidade de sarar feridas e esperar que o tempo apaziguasse aquela dor. Todas as (boas) mães querem o melhor para os seus filhos. E uma gravidez na adolescência não faz parte dessa lista. Por volta dos 7 meses de gravidez tiveram uma discussão mais acesa e foi então que fizeram definitivamente as pazes. Assim, a vida voltou a ter serenidade e outra liberdade também: "Depois disso já me deixava sair mais com o Tiago. Como em cima daquele filho já não podia fazer mais nenhum ela já não me dava cabo da cabeça."

Bianca nasceu em Dezembro. Pouco tempo depois do nascimento de Bianca, Tiago discutiu com a mãe e saiu de casa. "Mais uma vez, eu no meu mundo de fantasia disse que ia com ele. Tínhamos uma filha, era mais do que natural que tivéssemos a nossa casa. A minha mãe tentou que eu ficasse mas eu fui mesmo. E ela foi um apoio brutal. Chegou-se muitas vezes à frente para conseguirmos pagar a renda e as despesas porque nos primeiros tempos só o Tiago trabalhava. Chegámos a ter o rendimento mínimo, nessa altura e algum apoio da Câmara Municipal de Torres Vedras. Nove meses depois comecei a trabalhar. Fiz tudo o que apareceu: cafés, restaurantes... a vida começou a melhorar um pouco."

Depois de Bianca, veio Beatriz e a vida sempre em rota ascendente. Há três anos, Bárbara tornou-se lojista da sua própria loja. Chama-se Second Bazar, fica em Torres Vedras, e é uma loja de artigos novos e em segunda mão. "Foi uma oportunidade que surgiu e decidimos agarrá-la. Não sabia nada de fornecedores, de stocks, de consignações, nada. Aprendi tudo. E está a correr muito bem. Mas é muito cansativo. Da última vez que contabilizei tinha 300 fornecedores... é muita coisa!"

A gravidez de Caetana foi planeada (como já tinha sido a de Beatriz e - não planeada mas desejada - a de Bianca) e muito tranquila, apesar de cansativa. Era para se ter chamado Benedita mas depois houve uma novela portuguesa em que havia uma Caetana e Bárbara ficou encantada com a força daquele nome. E assim nasceu Caetana, irmã da Biana (10 anos) e de Beatriz (7 anos). A dilatação foi rápida, o período expulsivo custou um pouco mais, mas foi sobretudo uma grande alegria tê-la nos braços. Bárbara sempre quis ter três meninas e nem acreditou quando soube que à terceira continuou a ter o que queria. A relação com o Tiago continua de pedra e cal, provando que nem sempre as paixonetas da juventude têm de ser erros para a vida. Ainda assim, fica o conselho de Bárbara: "Se não querem que os filhos tenham uma relação, não proibam. É o pior que podem fazer." Bom, depende. Para eles foi o melhor. As três filhas e o sorriso feliz de Bárbara que o digam. 

HUG_6986-GALP.jpg

HUG_7034-GALP.jpg

HUG_7045-GALP.jpg

 

BEBÉS NASCIDOS EM OUTUBRO... ESTAMOS À VOSSA ESPERA!

Quem está por aí com bebés nascidos em Outubro? Inscrevam-se para sonia.morais.santos@gmail.com. A escolha será feita por random. Obrigada, Galp, por estas sessões absolutamente deliciosas.

3 comentários

Comentar post