Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Galp, a Luz dos Portugueses, e a luz da Leonor

Já todos devem saber mas cá vai, de novo: no âmbito da campanha que a Galp tem a decorrer desde o início do ano, "A Luz dos Portugueses", (em que oferece um mês de electricidade grátis a todas as famílias dos bebés que nasçam no dia 1 de cada mês - ver AQUI), decidi aliar-me a esta iniciativa de estímulo à natalidade (que no nosso país atingiu níveis preocupantes) e todos os meses lançamos aqui (eu, a Galp e a HUG) um passatempo para oferecer uma sessão de Baby Art, com a talentosíssima Raquel Brinca

No mês de Julho, ganhou a Leonor

A Leonor ainda pode mudar (esperemos que não) mas até ver é uma bebé tão calma que parece nem se ter dado conta de que já nasceu. A sessão correu de tal forma que o difícil foi fazer a Raquel Brinca parar de a fotografar. 

HUG_5554-GALP.jpg

A Leonor não sabe mas foi uma fotografia da mãe que fez o pai adicioná-la no Facebook. Em última análise, talvez Leonor deva a vida a essa fotografia, que fez com que Ruben sentisse o coração disparar por Mónica, a ponto de a adicionar como "amiga" na rede social de Zuckerberg. Era o início de uma história de amor que dura há 4 anos. "Depois do primeiro encontro nunca mais nos largámos", confidencia Mónica com um sorriso. Ruben confirma e explica que o que o cativou foi, em primeiro lugar, a beleza (que é aquilo que primeiro se vê), mas depois veio o encanto pela sua calma, a simplicidade, o sorriso. Ela, por sua vez, gostou da paz que ele lhe transmitia e da segurança que sempre vem com a paz.

Mónica, 30 anos, e Ruben, 25, não estão casados mas ela apressa-se a reforçar o "ainda", explicando de seguida que está noiva. "Na noite de Natal de 2016 ele pediu-me em casamento e ofereceu-me o anel. Mas entretanto nasceu o nosso primeiro filho, em 2015, e agora nasceu a Leonor... de maneira que ainda estamos à espera do momento certo."

A Leonor apareceu na vida dos pais de surpresa. "Eu ainda estava a amamentar o Simão e a tomar a pílula de amamentação. Comecei a sentir-me enjoada e pensei que pudesse estar grávida mas fiz uma análise de sangue que deu um resultado negativo, e não pensei mais nisso. Mas o tempo foi passando e eu estava cada vez pior. Tudo o que comia me fazia vomitar, estava sempre cansada e com sono e a família começou a preocupar-se com a minha saúde. Fui fazer exames e, por minha iniciativa, fiz outra análise ao sangue para descartar uma gravidez. Quando veio o resultado a enfermeira disse que eu não estava grávida, estava gravidíssima!" Quando fez a primeira ecografia, ainda mal refeita da surpresa, já Leonor contava com 15 semanas e 4 dias. Praticamente 4 meses. 

A gravidez correu bem, sem sobressaltos, e Leonor nasceu de 39 semanas, no dia 13 de Julho de 2018. "Houve uma mudança de lua e eu, que nunca tinha acreditado nisso da lua, comecei com contracções nessa madrugada, por volta das 4h. Às 6h o Rúben saiu para trabalhar mas as contracções estavam a ficar cada vez mais intensas e menos espaçadas e liguei-lhe para ele voltar para casa. Quando chegámos ao Hospital São Francisco Xavier eu já tinha 5 dedos de dilatação. Depois... tive um parto de sonho."

Mónica até ganha luz quando fala neste parto. Quando foi do primeiro filho, Simão, as coisas não tinham sido assim tão mágicas, estavam muitas mães em trabalho de parto, mais parecia uma fábrica de nascimentos, a sensação que teve foi a de que tudo parecia estar em modo acelerado, tão acelerado que nem deu tempo para ela assimilar tudo. Desta vez, foi o oposto. "Começaram por me perguntar se tinha alguma posição preferida para parir. Eu, que nem sabia que havia essa possibilidade, respondi que não, apenas queria o que custasse menos e fosse mais eficaz. Então apresentaram-me a um banco, com um buraco no meio. A ideia é ficarmos sentadas, como na casa de banho, e assim a gravidade ajuda quando fazemos força. Parecia um filme. Tudo muito tranquilo, o Rúben a dar-me a mão, estava uma luz quebrada e foi perfeito. Quando foi da expulsão foi tão emocionante! Puseram-na logo em cima de mim, começou logo a mamar... enfim, melhor era impossível. A equipa foi toda espectacular mas não posso deixar de falar na enfermeira Lídia Tinoco, que foi mesmo incrível."

Seja porque teve a sorte de nascer num ambiente zen, seja porque herdou a calma da mãe e a paz do pai, facto é que a Leonor não se ouviu durante a sessão fotográfica inteira. Dormiu, dormiu, dormiu. Deixou que a Raquel a mudasse de posição todas as vezes que quis (e até umas extra porque a matéria-prima era espantosa). Leonor é uma bebé serena, tranquila, e amorosa. O irmão está rendido aos seus encantos. Quer pegar, quer dar banho, quer mudar-lhe a fralda. O outro irmão, Lucas, filho só do Rúben, também está feliz com a chegada da nova mana. Se bem que, para já, ele e o Simão são os melhores amigos. Mas, já se sabe, o coração estica. E a Leonor, com a sua doçura, vai ter corações de sobra para a acolher.

HUG_5541-GALP.jpg

HUG_5510-GALP.jpg

HUG_5585-GALP.jpg

HUG_5621-GALP.jpg

 

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES DOS BEBÉS DE AGOSTO, MINHAS BOAS ALMAS! 

BASTA ENVIAR EMAIL PARA SONIA.MORAIS.SANTOS@GMAIL.COM COM A DATA DE NASCIMENTO E O NOME DO BEBÉ E DEPOIS ENCONTRAREMOS O VENCEDOR POR RANDOM. 

A GALP, EU E A RAQUEL MAL PODEMOS ESPERAR PELO PRÓXIMO BABY!

BOA SORTEEEE!

6 comentários

Comentar post