Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Em trânsito

Em Londres, a funcionária no check-in garantiu que as nossas malas irão no mesmo voo que nós para Delhi. Evidentemente que só acredito quando as vir rolar no tapete. Como partimos para Jaipur poucas horas depois de aterrarmos em Delhi, se as malas não tiverem vindo connosco vamos esquecer que temos malas e seguir a nossa vida com uma singela mochilinha. Já me ri a imaginar o Ricardo vestido de Dhoti e Kediya. Talvez lhe compre um turbante, também. Eu, claro, de Sari. Ninguém vai dizer que não somos de cá (sobretudo ele, que já tem um tom de pele bem castanhinho).
No aeroporto de Heathrow, comprámos desodorizante (convém), e uma caixinha e líquido para as lentes. A ver se as tiro no avião para descansar um bocado estes olhos.
Entretanto, ainda estamos a tentar perceber o que raio aconteceu com o nosso voo da TAP. Foi-nos dito que o atraso se devia ao mau tempo mas em Heathrow ninguém parecia saber de mau tempo algum. Se não foram as más condições climatéricas que nos atrasaram o voo… então o que foi? Certo é que perdemos um dia nisto. Mas não perdemos a boa disposição. E quando as nossas malas não chegarem connosco, às 2 da manhã de segunda-feira, também não havemos de perder (digo eu em modo mantra). Agora vamos lá a torcer para que este bicho nos leve ao destino sem mais percalços, vamos?

15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2