Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Duas recentes da Mada

1 - A passear com a avó. Na rua, um silêncio total. Ela, que nasceu numa casa de doidos barulhentos, parou, de olhos esbugalhados. E ficou à escuta, como que surpreendida por algo novo. Por fim, disse:
- Este é o barulho dos ladrões!
(como quem diz: este silêncio faz-me lembrar o pavor que tenho, à noite, da ladroagem)
A minha mãe sorriu e disse:
- Não, Mada. Isto é o silêncio e é booooom.
Ela ficou quieta, a ouvir. Apertou mais a mão da minha mãe e sussurrou:
- Dá medo...


2 - A minha mãe tinha posto um colar que lhe emprestei. A Madalena, mal bateu os olhos nele, exclamou:
- Ei! Esse colar é da minha mãe!
A avó sorriu.
- Sim, Mada. Foi a mãe que emprestou à avó.
Ela inclinou a cabecita, mais sossegada, mas deixou o aviso:
- Depois tens de devolver.

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/3