Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Dinossauros Alive

Fomos no sábado. Calculei que o Mateus fosse morrer de medo (ele não se aguenta num cinema nem num teatro, larga aos gritos) mas nada como tentar.

Durante a exposição propriamente dita lá se foi aguentando, sempre ao colo, mas quando chegou à altura do espectáculo (que há, creio, de hora e meia em hora e meia) é que foi o diabo. Aquela bicheza enorme, a rugir, andando e aproximando-se do público com ar ameaçador pô-lo à beira de um ataque de nervos. Mas pronto. Lá ultrapassou a coisa como pôde e, no final, ainda disse que queria ir lá tocar-lhes (se bem que esticava a mão e largava aos gritos - uma coisa assim bem chanfrada "querooooo/não queroooooo!").

A exposição está muito gira. Geralmente sinto sempre que estas coisas ficam aquém do esperado, parecem sempre poucochinho, mas esta valeu bem a pena. Felizmente, porque a entrada custou 41 euros (e o Manel não foi)... auch! Eu percebo que os bichos impliquem um custo gigante mas, na perspectiva das famílias, cada vez mais fica difícil sair de casa (sobretudo se falarmos de famílias numerosas). 

IMG_8178.JPG

IMG_8060.JPG

IMG_8062.JPG

IMG_8051.JPG

IMG_8074.JPG

IMG_8071.jpg

IMG_8065.JPG

http://www.dinossauros-alive.com

2 comentários

Comentar post