Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

DIETA FURIOSA

Vocês podem não acreditar. Mas a mim bastam-me três jantares, calóricos e regados a vinho, para engordar. Mesmo. Ganhei dois quilos, assim, do nada. Noto nas calças, nas pernas, no rabo e na barriga. Realmente, o difícil é manter o peso. Por isso, a partir de hoje, não há mais jantarinhos e petiscos e aniversários e o catorze. OUVIRAM BEM, AMIGOS? Até podemos manter os nossos encontros mas esta aqui só vai engolir salada, como se fosse um grilo. Este fim-de-semana foi a loucura e o resultado está à vista. A partir de hoje boca de novo fechada. Não há mais arroz, batata ou massa para esta boca. E hoje, para começar a limpar, vai ser sopa do princípio ao fim. Isto não é uma luta. É uma guerra. E, pelo que percebo, vitalícia. Raios partam a genética!

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/3