Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Detox - dia 1

Tenho de confessar: quando vi que este era o meu pequeno-almoço pensei: «Xinamén que não vou conseguir fazer este detox nem meio-dia, quanto mais uma semana inteira!!! Cenas com legumes verdes ao pequeno-almoço??? Deves. E o meu pãozinhoooooooooooo????????»
Dei o primeiro gole a medo. Se me tivesse sabido a espinafres ou agriões ou outro vegetal semelhante, a coisa teria sido grave. Mas, contrariamente ao que seria de prever, era óptimo. Doce e saboroso. Juro. A Luz Pinto Basto, do restaurante Origem, tinha dito: «Vai gostar! E vai ver que vai ter dificuldade em bebê-lo todo, que se vai sentir cheia.» Eeeeeeeeeeerrrrrrr.... Pois. Gostar gostei. Já sentir cheia... nem por isso. De resto, acho que teria conseguido beber mais dois iguais. Sou um ogre, eu sei.
A verdade, porém, e que ao fim de meia-hora já não tinha fome. E isso é que importa. Agora foi a vez de experimentar o almoço. Tirinhas de peru com legumes salteados e arroz integral. Delicioso!
?
Para hoje sobra-me então um sumo e uma sopa. Teme-se o pior. Se ouvirem roncos não tenham medo. Não será um leão, não será um terramoto, não será o fim do mundo. Será apenas o meu estômago a rugir, em sofrimento.
O objectivo deste detox é limpar o organismo, não perder peso, mas quer-me parecer que, habituada que ando a tanto excesso, alguns quilos hão-de ir à sua vida. Espero que sim. A ver se depois disto volto a ser uma boa menina e a comer como gente.

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2