Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Conservas gourmet

Quando fiz a surpresa de levar o meu marido a Londres, para ir ver o Fantasma da Ópera (que tanto tinha adorado em Nova Iorque), escrevi algures no texto que cá por casa íamos ficar a comer atum durante uns tempos à conta da viagem (ainda por cima apenas dois meses depois da de Nova Iorque). O que queria dizer era que há sempre um período de contenção necessário após estas extravagâncias boas que, felizmente, vamos podendo fazer. Mas uma leitora com imensa graça e sentido de oportunidade enviou-me um email a dizer que, se ia comer atum, então que fazia questão que fosse atum de qualidade. A Maria contou-me então que há cerca de 2 anos criou com o marido uma linha de conservas gourmet "para fazer relembrar os nossos tempos de infância, em que tivemos o privilégio de comer as melhores conservas feitas em Setúbal, terra que chegou a ter 140 fábricas e hoje tem zero!". Chama-se Belmar.

Achei muita graça ao email e ao sentido de oportunidade da Maria, recebi a simpática oferta, e tenho a dizer que a Belmar tem conservas de babar! Imaginem filetes de atum em azeite e tomilho ou em azeite picante, sardinhas sem pele e sem espinha em azeite e limão.... hummmm... Adorei. Parabéns. Espero que tenha muito sucesso. Gosto de empresas portuguesas que recuperam velhas tradições nacionais. Assim não custa comer atum de empreitada, para compensar extravagâncias. 😂

4316954624_IMG_3151.jpg

Mais sobre a Belmar AQUI

7 comentários

Comentar post