Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Conhecer o rei

Hoje o Manel teve uma visita especial. O Rui Patrício veio ter com ele e o pobre rapaz, que não fazia ideia de nada, esteve uns bons 10 minutos sem conseguir falar. Só conseguiu balbuciar-lhe um «É um grande guarda-redes» e mais nada. O jogador do Sporting foi um querido e deu-lhe ânimo para os tempos que se seguem, explicou-lhe que estas coisas são mesmo assim e contou que também ele partiu o maxilar, quando era miúdo. Ossos do ofício. O Manel só conseguia sorrir e olhar para cima (o senhor é mesmo grande) como se mirasse um deus. Depois, ainda lhe deu um postal assinado e uma camisola com dedicatória. O pleno, portanto.
Quando saímos dali, dizer que ele continuou sem conseguir falar e só ao fim de uns 5 minutos é que gaguejou um «obrigado» comovido.
Quero agradecer, do fundo do coração, ao próprio do Rui Patrício, que foi um amor em ter-se disponibilizado para esta surpresa, e à Glória Feliciano, gestora de projectos desportivos na Vodafone. Foi ela que teve a ideia, foi ela que me enviou um email com a sugestão, foi ela marcou tudo, e foi ela que tirou as fotografias que imortalizam esse momento.  (também quero agradecer a outra pessoa, ligada ao mundo desportivo, que também enviou o relato do que aconteceu ao Manel ao Rui e que se mobilizou para ele receber uma camisola assinada.)

38 comentários

Comentar post

Pág. 1/4