Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Campo de férias

Domingo foi dia de nos despedirmos dos rapazes, que foram uma semana para um campo de férias. Ainda tivemos de ir comprar uns ténis de caminhada à Decathlon (resistentes porque vão escalar, fazer slide, rapel, caminhar nas pedras de ribeiros e fazer jogos diversos), para além de lanternas, impermeáveis e uma série de coisas que ainda não tínhamos.
Às 17.30, saímos de casa para os levar. Iam carregadinhos e todos ansiosos. É a primeira vez que ficam uma semana fora de casa sem ser para ficar com família ou amigos. Há já uns dois ou três anos que tento que adiram a um campo de férias, por várias razões:
- Primeiro porque toda a gente diz que é muito divertido
- Porque acho essencial começarem a sair da zona de conforto e superarem medos (da separação, das alturas, de estarem com pessoas que nunca viram).
- Porque retirá-los dos jogos electrónicos e da televisão é sempre um bom motivo.
- Porque as férias são demasiado longas para saber como os entreter (e eu continuo a trabalhar).
Mas eles nunca quiseram. Este ano, porém, tive a sorte de ter uma vizinha a desafiar-me para encontrar um campo de férias para os meus, que os dela (amicíssimos e das mesmas idades) também iriam. Foi na hora! Só é pena só aceitarem miúdos a partir dos 6 anos, caso contrário a Mada também lá estava batida.



Os telemóveis dos miúdos são recolhidos e metidos numa caixa e só a determinada hora do dia (que varia conforme as actividades programadas para cada dia) é que podem ligar aos pais. Nós podemos ligar a qualquer hora, para saber se está tudo bem, mas falar com eles só mesmo nos horários estabelecidos. Acho muito bem, caso contrário passariam o dia agarrados ao telefone em vez de estarem a fazer tudo o que há para fazer (que é muito). Uma das noites não dormem na camarata e vão dormir à serra. Upa, upa! Isso é que vai ser superação de medos! Espero que seja uma semana inesquecível.

8 comentários

Comentar post