Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Ah...

... e o grilo continua a grilar na entrada do meu prédio. É esquisito porque parece que vivo entre duas estações. Dentro de casa é inverno e há uma lareira a aquecer-nos. Fora de casa é verão e há um grilo que canta. Nunca soube de um grilo que cantasse no inverno. Acho que é uma mutação genética e temo que um dia destes amanheça maior do que nós. Se não postar nos próximos dias já sabem: foi o sacana do grilo mutante que me devorou.

5 comentários

Comentar post