Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Adeus fraldas!

O fim das fraldas cá por casa continua, uns dias a correr melhor, uns dias a correr pior. Valem-nos as toalhitas, essas invenções incríveis que limpam e perfumam que é uma beleza. Como devia ser tramada a vida sem elas. Uso-as para tudo. Para limpar o rabo do bebé (propósito primeiro), para limpar o sofá quando há asneira, para limpar o chão quando há azar, para remover nódoas difíceis em roupa (se nunca tentaram, experimentem e verão), para limpar bocas impregnadas de chocolate, para limpar pés porcos de correr no terraço, para tudo e mais um par de botas. Agora no desfralde, usamos e abusamos das Kandoo, as toalhitas que podem deitar-se na sanita. Sempre as usámos com todos os filhos nesta fase, e acontece-nos sempre ficarmos tão fãs que prolongamos a fase por muito tempo. É, além do mais, uma excelente forma de promover a autonomia, porque eles conseguem limpar-se sozinhos (mais ou menos, vá, no início é sempre melhor verificar se está mesmo tudo bem limpinho) e isso deixa-os muito cheios de si.  

Pequeno Mateus está a ficar um crescido, é o que vos digo. Mesmo que, de vez em quando, ainda se distraia um bocadinho (e outras vezes faça chichi de propósito para se vingar de qualquer contrariedade que lhe surja 😳).

 

 *post escrito em parceria com Kandoo

8 comentários

Comentar post