Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

A febre que salvou o Martim

Estar em casa doente e sem grande concentração para estudar ou ler pode ser um tédio. A menos que se descubra o prazer de fazer pulseiras. Sim, a febre dos elásticos que viram pulseiras também chegou cá a casa. E eu acho que ele não vai descansar enquanto não tiver os dois braços cheios delas (e nós também!)

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2