Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

A exterminadora implacável

MS SoniaMoraisSantos 1.jpg

Já vos disse algumas coisas sobre as alterações que a Covid veio trazer cá a casa, nomeadamente no que diz respeito aos sapatos (todos deixados à porta e agora, desde que Lysol entrou nas vidas, esguichamos algumas solas com o aerossol quando é mesmo só aquela entrada por saída em casa e sem tempo para o típico descalça-calça-descalça-calça).

Outra das coisas que gosto de ter é o aerossol no carro (já disse que é o meu produto preferido da gama, não já?). Por exemplo, quando peço o carro à minha mãe, que é uma pessoa de um duplo grupo de risco, não lho deixo na garagem sem passar o aerossol no carro TODO. Pareço uma louca, juro. Ele é volante, ele é manete das mudanças, ele é pedais, assentos, travão de mão, palas... Fica tudo borrifado que é uma beleza. Dá-me um certo gozo imaginar a Covid a falecer, confesso (espero que não venha de lá o PAN acusar-me de tortura animal, caraças, mas este bicho é ruim, acho que não se enquadra).

Adiante: em casa, não sendo propriamente maluquinha (também não ando sempre atrás de tudo e de qualquer superfície a eliminar potenciais Covids - caso contrário podia estar imbuída de um espírito de exterminador implacável), estou muito mais tranquila desde que Lysol chegou ao burgo e tem produtos para todas as zonas da casa e para todas as ocasiões. Reforço que gosto da segurança da pistola desinfetante da cozinha eliminar 99.9% de vírus, bactérias e fungos e, de resto, uso na casa-de-banho o que é para a casa-de-banho, uso o Multiusos em imensas situações (ou não fosse a palavra estar mesmo a dizer: multi-usos), e os dos têxteis e da máquina de lavar a roupa também.

Podem dizer: ah, lavar as mãos também, e o álcool gel também mata o bicho. Sim senhor. Lavamos muito as mãos por aqui. E vamos passando alcool-gel. Mas experimentem passar alcool-gel nos vossos sofás ou em algumas superfícies e depois venham contar como foi. Tudo manchado e destruído para todo o sempre. Além disso, há alcool-gel que cheira tão mal que parece esgoto. Meus amigos: vale muito a pena matar o sacana do vírus que nos anda a dar cabo da vida vai para um ano, mas se pudermos deixar intactos os objetos de que gostamos e ainda ter um perfume fresco e agradável pela casa... melhor, não?

Pronto, já sabem: é procurar Lysol nos supermercados e escolher aqueles que se adequam melhor às vossas vidinhas. Ou seja: TODOS. Cada um para a sua divisão, cada um para a sua ocasião. E agora terminava em beleza rimando com um "vamos matar o... (palavra começada com "c" e acabada em "ão") mas os senhores que me convidaram para embaixadora de Lysol eram capazes de não gostar. :)

MS SoniaMoraisSantos 3.jpg

 

1 comentário

Comentar post