Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

40 anos

Hoje, uma das minhas grandes amigas faz 40 anos. Conhecemo-nos há 17 anos e temos acompanhado as vidas uma da outra. Os amores. Os desamores. O primeiro emprego. As chatices com os chefes. Os filhos. As alegrias. As tristezas. A profissão, que é comum. Chegámos a viver no mesmo prédio, no mesmo andar, paredes meias. Nessa altura, trabalhávamos também no mesmo edifício. Já partilhámos tanto. Umas vezes mais próximas, outras mais distantes. Sempre amigas.
Hoje ela faz 40 anos e vai dar uma grande festa. E eu tenho estado aqui a ver se o miúdo se aguenta dentro da barriga para poder estar presente e dar-lhe aquele abraço. Em princípio, se não houver mais nenhum desaire como o acidente matinal, acho que vou conseguir. Só não prometo que consiga corresponder ao mote da festa, que é a dança. O meu médico torce-me o pipo se sabe que danço. Mas mesmo sem ordem para o fazer, estarei lá para a ver dançar e ser feliz. E isso basta-me.
Parabéns, Joãozinha.