Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Praga

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5577019043688361474" />
Está um frio que enregela os ossos. -10 graus, esta noite. Mas nós estamos tão quentinhos. Andámos pelas ruas, bebemos vinho quente (odiei, odiei, blhéc!), ouvimos um pequeno concerto na ponte Carlos, vimos as cinco horas no relógio astronómico enquanto tremíamos de frio num café, apesar da mantinha posta nos joelhos e do aquecedor bem em cima da nossa cabeça. Seguimos as vossas recomendações e jantámos em sossego no Klub Architektu. Bem giro, bom e barato. Amanhã há mais. Agora é usufruir da noite, sem choros, invasões territoriais ou outras que tais. Ui, ca bom!

Praga

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576537308989797090" />
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576537301432696226" />
A mala já está à espera.
O guia também.
E o meu coração de mãe já está todo cheio de saudades e apertos e melancolias.
Eu sei que depois passa. Eu sei que depois é maravilhoso, andar de mão dada com o meu homem, sem pressa, sem interrupções, sem mais nada a não ser nós os dois e o tanto que gostamos um do outro.
Eu sei que são poucos dias e que quando voltarmos vamos estar mais apaixonados e eles vão ficar deliciados a ver como os pais são uns beijoqueiros e é sempre divertido ver como gozam com a nossa felicidade reforçada.
Eu sei que eles um dia crescem, vão às suas vidinhas, e é essencial que nós os dois saibamos existir sem eles, para lá deles, porque a vida não se limita aos nossos filhos, a vida também somos nós, como indivíduos e como casal.
Eu sei tudo isto. Mas é a primeira vez que vou para longe da passarinha mais nova. E ela está tão querida, tão querida. E eu sou uma babaca. Mas depois passa.

Motorista de táxi atento

Eu ia dentro do táxi e falei ao telemóvel. Mais duas ou três frases trocadas com o senhor motorista e diz ele:
- A senhora é locutora, não é?
- Eeeerrr... sou jornalista, sim.
- Pois. E faz o Nós Vencedores da Antena 1, não faz?
Abri os olhos de espanto:
- Faço...
- Eu logo vi! Reconheci-lhe logo a voz. Ainda por cima tocaram-me muito os programas sobre vencer o cancro, porque a minha mulher está a lutar contra um cancro na mama... Foi bom ouvir aqueles testemunhos, parece que me deram coragem.

E assim uma viagem de táxi tornou-se um orgulho, uma felicidade.
Que bom que é ajudar os outros a acreditarem que é possível.
Força aí, pessoal!
Vençam! É possível.

Passatempo Love Her

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576075549355443282" />
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576075547901746290" />
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576075541598819250" />
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576075540774997378" />
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5576075530928177314" />
Ora então cá está mais um bonito passatempo.
A vencedora pode ganhar uma destas malas (e há mais à escolha, creio eu) todas feitinhas à mão pela Marta Fernandes. Cada mala é única e irrepetível.Podem ser parecidas mas nunca iguais. Podem ver mais aqui e aqui.
Para ganherem têm de escrever uma frase/texto/poema/canção/whatever com as palavras: LOVE, PELE e EXCLUSIVO.

Têm até domingo ,dia 27 de Fevereiro, à meia-noite para enviarem a vossa criatividade para cocofralda@gmail.com
Boa sorteeeeeee!

DIETA FURIOSA

Vocês podem não acreditar. Mas a mim bastam-me três jantares, calóricos e regados a vinho, para engordar. Mesmo. Ganhei dois quilos, assim, do nada. Noto nas calças, nas pernas, no rabo e na barriga. Realmente, o difícil é manter o peso. Por isso, a partir de hoje, não há mais jantarinhos e petiscos e aniversários e o catorze. OUVIRAM BEM, AMIGOS? Até podemos manter os nossos encontros mas esta aqui só vai engolir salada, como se fosse um grilo. Este fim-de-semana foi a loucura e o resultado está à vista. A partir de hoje boca de novo fechada. Não há mais arroz, batata ou massa para esta boca. E hoje, para começar a limpar, vai ser sopa do princípio ao fim. Isto não é uma luta. É uma guerra. E, pelo que percebo, vitalícia. Raios partam a genética!

No comments

Armando Vara passou à frente de utentes de centro de saúde

«Armando Vara protagonizou, na passada quinta-feira, um episódio polémico num centro de saúde de Lisboa. O ex-ministro socialista passou à frente dos utentes que aguardavam a sua vez e exigiu a uma médica que lhe passasse um atestado médico, alegando estar com pressa e ter um avião para apanhar, avança a TVI.
Armando Vara ainda não se pronunciou acerca deste episódio (PÚBLICO)

Perante este cenário, um dos doentes que estava à espera no centro de saúde apresentou uma reclamação. José Francisco Tavares, de 68 anos, reformado e com seis filhos, de acordo com a mesma estação televisiva, dirigiu-se ao centro de saúde com um ataque de sinusite.

Quando chegou, ficou à espera da sua vez, como acontece normalmente nestas situações. Porém, quando Armando Vara chegou ao centro, desrespeitou a ordem de chegada dos doentes e entrou no gabinete da médica.

A médica, surpreendida, - relata a TVI - ainda disse a Armando Vara que o não tinha chamado. “Mas ele respondeu que estava cheio de pressa para apanhar um avião. E a médica que lhe passasse o atestado na hora”, escreve o site da estação de televisão.

A médica acabou por lhe passar o atestado, indica a estação de televisão.

Em declarações à TVI, a directora do centro de saúde, Manuela Peleteiro, explicou o sucedido: “O senhor Armando Vara entrou aí como qualquer utente e passou à frente de toda a gente. Entrou no gabinete da médica sem avisar e sem que a médica percebesse que não estava na sua vez. Foi uma situação de abuso absolutamente inconfundível”.

Armando Vara ainda não se pronunciou acerca deste episódio.»
Fonte: jornal Público