Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

...

Depois da entrevista das 10h em Miraflores, tive uma reunião às 11h em Algés. Quando cheguei, a pessoa com quem reuni perguntou-me se eu não queria ir dar sangue. A carrinha tinha ido à empresa, de maneira que era só sair da porta e estender o braço. Dei um pulinho. Desde aquela vez que bati com o nariz na porta, em Santa Maria, ainda não tinha arranjado oportunidade de voltar. E assim foi. Depois da reunião lá fui eu. A enfermeira era excelente - nem sequer senti a picada no braço! Meia horinha e 450 ml de sangue depois... lá vai ela outra vez, desta vez para uma entrevista em Alfragide.
Agora, tenho a tarde para escrever. E tenho taaaaaaaaanto para escrever, senhores! Até logo.
E vocês, há quanto tempo não dão sangue?
Bora lá, dadores-salvadores! :)

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2