Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Virei stalker

Fiz um pedido há 18 dias a uma representante autárquica para fazer uma reportagem num sítio. Estou há dezoito dias sem resposta. Nem ai, nem ui. Ligo todos os dias, já enviei novos emails e nada. As funcionárias que me atendem o telefone já se engasgam, já pedem desculpa por uma culpa que não têm, já suspiram. Hoje fartei-me de também suspirar e decidi pôr as pernas ao caminho. Trouxe um livrinho e aqui ficarei, o tempo que for preciso. Se não conseguir que me receba hoje, voltarei todos os dias da próxima semana. Afinal, basta-me um computador e trabalho em qualquer sítio. E aqui, tirando o facto do rádio estar mal sintonizado e por isso a fazer um ruído de abelhões, até não se está nada mal.

7 comentários

Comentar post