Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Vasco, o possuído

Hoje o fuzileiro Vasco estava possuído. Se não foi o treino mais duro que já fiz desde que estou no Bootcamp esteve lá perto. Corri, fiz gincana entre os companheiros, saltei por cima deles, andei ao pé coxinho, fiz flexões, corri mais, subi um monte íngreme e desci de costas, eu sei lá. Às 20.10 perguntei as horas porque estava capaz de jurar que já eram umas dez da noite. Tinha lama na camisola, nas calças, nos ténis, nas mãos, no cabelo. Tinha o corpo todo molhado e o banho muito quente soube-me pela vida. Mas, para não variar, saí de casa um farrapo e voltei como nova. Claro que agora, depois de um iogurte e uma tangerina, e quentinha com o meu pijama polar e debaixo da manta peluda estou a ficar mole e mais para lá do que para cá. Já não sinto as pernas, de maneira que amanhã devo estar jeitosa. O Vasco dá cabo de mim. Êh, fuza do demónio! :)

3 comentários

Comentar post