Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Um pedido a todos os meus amigos que lêem este blogue e a quem, sem ser meu amigo, lê este blogue e gosta

Falta uma semana para a minha primeira maratona.

É no domingo, dia 18 de Outubro.

Vou sair de Cascais às 8.30 e devo chegar à Expo (onde fica a meta) pelas 13h, 13h30 (ou ainda mais tarde...).

São 42 km.

Serão umas cinco horas (ou mais) de prova. 

Vai custar comó caraças.

Vai doer.

E é por isso que gostava de vos pedir que aparecessem, algures no percurso, para dar uma forcinha. A mim e a todos os que passarem, claro.

Falando por mim, posso dizer-vos uma coisa com toda a certeza: eu vou precisar. E vou agradecer muitíssimo cada incentivo. Como estarei com o meu homem e o meu querido grupo de corrida, também creio que posso falar em nome deles: eles vão precisar. E vão agradecer muitíssimo cada incentivo.

A Ana Garcia Martins também vai lá estar, a correr com o objectivo de doar 42 mil euros (mil euros por cada quilómetro) à ala pediátrica do IPO. Ela também vai gostar de vos ter lá a torcer.

Connosco irá também o Owen. Quem não conhece a sua história pode conhecê-la AQUI e AQUI. Acho que ele é outro que vai gostar de ouvir chamar o seu nome e o nome da madrasta que vai empurrar a sua cadeira, Colleen. Além disso, o Owen associou-se à Make a Wish Portugal e, assim, ao torcer por ele está também a ajudar associação que realiza sonhos de crianças doentes (e podem também fazer o vosso donativo - eles agradecem).

 

Posto isto, fica o pedido: apareçam. 

O Correr Lisboa tem mapas de pontos concretos onde podem ficar e onde nos vai saber mesmo bem ouvir-vos. 

Podem ver tudo AQUI.

Levem cartazes, apitos, buzinas. 

Ajudem-nos, por favor, nesta missão tão difícil. 

Sim, eu sei que nos metemos nisto por vontade própria. Que ninguém nos obrigou. E que, supostamente, "quem corre por gosto não cansa" (o ditado mais mentiroso de todos). Ainda assim... quando as pernas começarem a quebrar, quando as energias já se tiverem esgotado, quando a vontade principar a sumir-se, ouvir-vos e ver-vos pode fazer a diferença. Tenho a certeza absoluta que sim.

Captura de ecrã 2015-10-11, às 18.44.01.png

 

 

 

43 comentários

Comentar post

Pág. 1/4