Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Stratosphere

Mais uma coisa imperdível: subir ao Stratosphere. O Stratosphere é um hotel e casino mas tem uma torre muito alta que dá a melhor vista de Las Vegas. Ainda pensámos que se calhar não valia a pena a massa (era caríssimo, como quase tudo) mas depois lá nos decidimos. Ainda bem. Aquela brincadeira é muito alta (é considerada a torre mais alta de todos os Estados Unidos, com 350 m de altura, na parte da observação, depois ainda tem uma espécie de antena onde só gente muito brava se atreve a ir) e a vista é fabulosa. Além disso, tem algumas atracções verdadeiramente arrepiantes e só para gente muito corajosa. Não foi o nosso caso. Mas, ainda assim, foi muito giro vê-los de perto a penar (ou a curtir, conforme os casos), suspensos nas alturas.

Só a aproximação do vidro já foi uma experiência radical para mim
 
 
Esta valente estupidez, de seu nome Big Shot, consiste no seguinte: as pessoas sentam-se naquelas cadeirinhas e depois são projectadas para o topo deste pico da torre (a 390 metros de altura) e, em seguinda, caem a pique, só travando mesmo cá em baixo. A coisa repete algumas vezes e a velocidade parece que chega aos 4 Gs que - dizem eles, que eu não percebo nada do assunto - é mesmo muito depressa.



Esta anormalidade chama-se X-Scream e é mesmo de gritos.
Esta pequena nave não só fica suspensa a uma altura absurda como, depois de lá estar, desce como uma montanha russa mas, como não há carris, dá a ideia de que se vai despenhar.
Ho-rrí-vel.



Este último chama-se Insanity e tem boas razões para isso.
Os malucos sentam-se nas cadeirinhas, o braço da máquina infernal espeta com eles para o vazio e, como se não bastasse, começa a rodopiar a uma velocidade infernal.
Definitly not for me

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2