Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Servilusa

Ontem e hoje passámos, eu e o fotógrafo Gonçalo F. Santos, o dia na Servilusa. Vimos mortos a serem vestidos e maquilhados para não estarem tão roxos, vimos a primeira abordagem dos técnicos comerciais aos clientes (de luto), vimos um homem todo aberto, com as vísceras dentro de um saco e o crânio sem cérebro dentro, só uma caixa vazia. Foi duro (ontem não jantei e hoje também não). Mas o profissionalismo da Servilusa ajudou a suportar. Uma reportagem para sair na revista Nós Tristes, do jornal i, do próximo sábado, dia 6 de Março.

Amanhã, sábado 27 de Fevereiro, sai a revista Nós Vencedores, com quatro histórias escritas por mim e fotografadas pelo Gonçalo e pelo Paulo Alexandrino, de quatro vencedores extraordinários (um venceu a pobreza, outro venceu a deficiência, outro venceu o cancro e outro a obesidade).
Agora vou tentar dormir. Vou tentar esquecer a cara do homem (com apenas mais 4 anos que eu) que se suicidou com uma bala na cabeça e que eu vi, ali, a ser composto durante várias horas, depois de uma autópsia, para a família poder dizer o último adeus com dignidade.

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/3