Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Progressos bípedes por altura do aniversário

Ela já se põe de pé há muito tempo. Sempre agarrada ao sofá, aos vidros, às paredes, às cadeiras, às nossas pernas. Ela até já anda, agarrada às coisas.
O que ela nunca tinha feito era pôr-se de pé, sem se apoiar em nada. E isso, ela decidiu fazer hoje, um dia depois de ter feito um ano. Sentiu-se mais segura, mais crescida, pronto. Ah e tal, já sou uma mulherzinha, é tempo de deixar de ser quadrúpede e passar a ser bípede.
Quando a vi, de pé, no meio da sala, tive vontade de gritar: Dona Emíliaaaaaaa!
Os rapazes não estavam e eu queria muito partilhar o momento com alguém. Mas percebi que, se gritasse, ela ia cair na hora. De modo que me deixei ficar, caladinha e a apreciar o instante.
A seguir, quando o Manel chegou, disse-lhe: quando eu te chamar baixinho, tu já sabes o que é e olhas logo. E assim foi. Ela levantou-se, eu sussurrei "Manel", ele olhou e ficou doido: AHH!
Ah pois é. Isto de se ter um ano é outra loiça.

7 comentários

Comentar post