Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Presente da madrinha


A Cristina, prima querida e madrinha de casamento do Ricardo, deu-nos um presente maravilhoso e que nos surpreendeu muito (ela consegue sempre surpreender-nos). A história é a seguinte: eu ando sempre à procura de casa. Adoro a minha, que é fantástica, mas digamos que ando sempre à procura de uma boa oportunidade. Um dia, estava a ver casas na net, e vi uma que era um arraso. Que sala! Que corredor enorme! Que varanda com vista para o rio! E, num dos quartos, fiquei logo vidrada num quadro. Que bom gosto! O quadro era lindo e pensei logo que gostaria de o oferecer ao Ricardo, por ser um casal deitado, abraçadinho.
A casa ficou-me atravessada, o quadro também, e decidi ir vê-la, ao vivo. Combinei com a senhora da imobiliária e, quando tocámos à campainha, a proprietária veio abrir. Coincidência das coincidências: nós conheciamo-nos! Ela foi uma querida, mostrou-me a casa, mas os quartos eram pequeninos e o preço estava um bocado acima do que podia gastar, de modo que acabei por desistir da ideia. Mas o quadro continuou a bailar-me na memória. E, pelos vistos, falei dele a muita gente, Cristina incluída.
Ela, que é mesmo uma mulher dada à surpresa, investigou, investigou, falou com a dona da casa, descobriu o nome da artista, de Barcelona, entrou em contacto com a galeria, e comprou esta pintura que é de uma ternura que só apetece dar beijinhos.
A artista chama-se Eva Armisén. Agora só falta emoldurar e encontrar um poiso digno para este casalinho tão fofo.
Obrigada, Cris! És a melhor madrinha do mundo!

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2