Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Parabéns

Hoje é o teu aniversário. E a mim só me apetece dar muitos abraços e beijinhos à tua mãe e ao teu pai, por te terem posto no mundo. Dizer-lhes que se não fossem eles, não sei o que seria de mim. Daqui a bocado, quando estivermos a jantar, vou-lhes dizer isso mesmo. Fazer um brinde e dizer: obrigadaaaaaaaaaa!
Passámos um dia bom. Mais um dos nossos dias bons.
Parabéns, gordo. Se não tivesses nascido eu era uma desgraçada infeliz, tenho a certeza. Se puderes viver até aos 120 anos eu agradeço muito. Vamos ficar juntos até nos doerem os ossos. Eu vou gostar de ti mesmo que te babes e que não controles os esfíncteres. Vais ser sempre o meu gordo (mesmo depois de ficares magro, daqui a poucos meses...).

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2