Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

O meu filho no facebook (e a mim doem-me as cruzes)

- Ó mãe, sabes que os meus amigos têm email?
- Ah, sim?
- Sim.
- Hum.
- Posso ter?
- Podes.
- Vivaaaaaaaaaaaa!
- Ó mãe, e sabes que têm facebook?
- Os teus amigos têm facebook???!
- Sim! A sério! O Gonçalo, o Tomás, o Guilherme...
- Hum.
- Posso ter?
- ... Podes...

E assim passei um serão, a criar contas de email e de facebook, a aldrabar na idade e a enviar pedidos de amizade e a confirmar outros tantos, e a apertar o controlo de privacidade, para não ter de correr à pedrada gente esquisita que queira aproximar-se do meu bichano. A coisa é: deixá-los voar mas sempre atentos aos perigos do voo. Definitivamente, a partir daqui a nossa vida vai começar a complicar-se e vamos ter de ser polícias muito mais vezes do que gostaríamos (sem desprimor para os polícias). Só espero que consigamos ser mais vezes good cops do que bad cops.
O meu filho mais velho tem facebook. Canário, estou mesmo a ficar velha.

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2