Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

O açúcar está em todo o lado. E esta não é uma doce notícia

Já andamos a ouvir falar nisto há algum tempo e agora a revista Sábado trouxe uma reportagem em que as coisas aparecem especificadas de forma muito clara. Os problemas de saúde provocados pelo consumo excessivo de açúcar são imensos. E depois há os cancros que se alimentam nem mais nem menos do que... de açúcar.

As pessoas podem pensar: "Ah, mas eu nem como assim tanto açúcar... não sou de doces". Excelente. Já é um bom princípio. Mas... mesmo sem darem forte nos doces, o drama é mais silencioso do que se possa pensar. É que o açúcar está mesmo em tooooodo o lado. 

Por exemplo, há iogurtes que se dizem magros e que depois estão carregadinhos de açúcar. Ou seja: são magros em termos de gordura mas estão carregadinhos do pó branco. O mesmo com... TUDO! A sério, façam o exercício: leiam os rótulos. Leiam onde diz "hidratos de carbono, dos quais açúcares". Depois, façam a conversão para pacotes de açúcar. Cada pacote de açúcar tem cerca de 5 gramas. Preparem-se para o susto. Uma barra de cereais, daquelas que estão mesmo a pedir para serem um lanche da manhã ou da tarde, podem ter 14 gramas (quase 3 pacotes). Um pacotinho de 20g de fruta desidratada a mesma coisa. 

Isto é assustador. Todos precisamos de açúcar mas em excesso é um verdeiro veneno. É aditivo, o que nos faz querer sempre mais e mais.

É evidente que não tenciono tornar-me fundamentalista (nunca fui, não ia agora começar) mas que é urgente pôr um travão nisto, é. Pelo que percebi, a maior parte das pessoas ao pequeno-almoço já ultrapassou a quantidade de açúcar que devia comer durante o dia inteiro! E depois admiramo-nos que Portugal seja o quinto país com mais crianças obesas na Europa. E depois admiramo-nos de estarmos todos a morrer de cancro (claro que o mal não há-de estar todo no açúcar mas também nos químicos e hormonas e porcarias que comemos, que bebemos, que respiramos, etc).

acucar.jpg

 

39 comentários

Comentar post

Pág. 3/3