Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mais um amigo que é metade de ferro

Foi ontem que o nosso querido amigo Zé Carlos se tornou oficialmente um Half Ironman, no Setúbal Triathlon. Digo oficialmente porque nós todos já sabíamos que ele era isso e muito mais (para nós ele não é meio homem de ferro, é mesmo um homem de ferro por inteiro). 

O Zé é a pessoa mais bem disposta que conheço. Mais animada. Mais sorridente. Mais divertida. É impossível estar triste ou chateado ao lado dele. Mas não é só isso que ele é. É também um exemplo de determinação, persistência, perseverança, disciplina, força de vontade. Meteu na cabeça que ia fazer isto, treinou que nem um maluco, muitas vezes sozinho, cumpriu rigorosamente os treinos (coisa que muitas vezes parece um quebra-cabeças) e ontem superou-se, mais uma vez. 

Muitos dos amigos das corridas estavam lá, para o apoiar. Não admira. O Zé está sempre lá para toda a gente. Apoia, ajuda, cuida. Quando alguém não está bem é o primeiro a preocupar-se, a querer saber, a telefonar. É mais um dos amigos-cuidadores que tenho a sorte de ter.

Alguns dos amigos estiveram desde o primeiro minuto (a prova de natação começou às 8h), outros foram chegando. Nós chegámos por volta das 11h. Vimo-lo passar de bicicleta, todo morto. Sorriu mas não falou, o que nos disse muito sobre o estado de cansaço em que se encontrava. Subir a Arrábida não é para meninos. 90 Km não é para todos. Mas sorriu, claro. Porque ele é assim. E até podia estar com as vísceras ao léu que acho que dava um sorrisinho para os amigos.

Nas várias horas em que lá estivemos, aproveitámos para torcer por desconhecidos, pelo Edu, pelo Paulo Neto Leite, pelo Zé Guimarães, e por outros que conhecemos destas andanças. Afinal, nós sabemos bem o bom que é ouvir os aplausos no pico do esforço.

Almoçámos enquanto ele corria os 21 km. Uma mesa para 20. E depois fomos cruzar a meta com ele. E foi uma festa. Como ele merece! Parabéns Zé! Metade de ti é de ferro. A outra metade é só alegria e amor (eu sei, eu sei... estou um bocado lamechas, mas a energia do dia de ontem ainda circula por aqui).

_DSC8084.jpg

_DSC8258.jpg

_DSC8334.jpg

_DSC8477.jpg

_DSC8489.jpg

 Fotos: Pau Storch

2 comentários

Comentar post