Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mada no seu… pior

Demorou a cair-lhe a ficha. Mas caiu.
A Madalena está cheia de ciúmes do irmão mas não faz ideia que os tem.
Há momentos em que é pungente perceber o seu desespero.
Às vezes, quando estou com o Mateus ao colo, ela abraça-o de forma demasiado intensa, aperta-o, grita que o ama, "és tão fofo, Mateus, és tão fofo, és tão fofooooooo!" Depois, como se despertasse, fica com uma cara triste mas não consegue verbalizar o que sente. Dói vê-la tão atordoada.
Já pediu chucha, já pediu para mamar, senta-se ao meu colo com o dedo na boca, deita-se no tapete do Mateus, fala à bebé.
A minha menina está insegura, aflita, ligeiramente descompensada e a mim parte-se-me o coração. Eu sei que é uma fase, que passa, que nem é dos casos piores. O Martim ficou muito pior quando ela nasceu e sei de uma menina que passou um ano inteiro a dizer que não gostava da mãe nem do novo irmão. UM ANO! Logo, isto aqui em casa é uma brincadeirinha. Ainda assim, custa. E requer atenção e trabalhinho. Reforço no mimo e muuuuuita paciência. A ver se ela percebe que o seu lugar no meu coração não corre, nunca correu, nem jamais correrá perigo.

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2